Arquivo da tag: Fashion Shows

Tendência: os anéis de unha da Chanel

Padrão
Quem precisa de esmalte quando se tem poderosos anéis de unha como estes das fotos? Foi esta a ideia lançada pela maison Chanel em seu desfile couture de inverno 2014, realizado na manhã desta terça-feira, 02 de julho, no Grand Palais, em Paris.
A grife comandada por Karl Lagerfeld normalmente apresenta entre as suas tradições, apresentar um novo tom-desejo de esmalte para colorir as unhas das mulheres. Desta vez a proposta da grife foi outra: em vez do esmalte a Chanel enfeitou os dedos das modelos com aneis e mais aneis de brilhantes da sua alta-joalheria. A proposta, que certamente vai logo virar hit, é usar um mix de peças até a ponta dos dedos, cobrindo as unhas.
DSC_7477.450x675
DSC_7474.450x6751
DSC_7395.450x6753
Fotos: Style.com

London FW, fall/winter 2012: Mary Katrantzou

Padrão

O desfile da coleção inverno 2012 de Mary Katrantzou no penúltimo dia da Semana de Moda de Londres, mais uma vez foi um convite à platéia para o desenvolvimento de um olhar apurado a fim de tentar conseguir ver toda a riqueza de detalhes presentes não só nas formas, mas também na estamparia que compõe os looks da estilista, uma das mais festejadas da nova geração de designers.

Nesta coleção, me chamou a atenção o apuro na forma que Katrantzou impôs a algumas de suas criações, sobretudo àquelas que foram vistas na segunda parte do desfile. Não é difícil se sentir remetido às roupas com aspecto de armadura que a Balenciaga tanto já explorou. Vejam alguns exemplos disso abaixo:

Fotos: Reprodução

Alexandre Herchcovitch, coleção masculina de inverno/2012

Padrão

O desfile da coleção masculina de inverno 2012 de Alexandre Hechcovitch apresentada na última terça-feira, último dia de SPFW, foi mais um daqueles momentos úncos proporcionados pelo estilista que nos convida a cada coleção a pensar sobre moda e os rumos da mesma na contemporaneidade.

As influências judaicas, provenientes dos 12 anos em que Alexandre estudou em um colégio ortodoxo onde tinha aulas de hebraico com rabinos e estudava em classes somente para meninos, parecem ter sido marcantes nesta coleção. Mesmo não seguindo a tradição ortodoxa, Herchcovitch tem muita proximidade com a cultura judaica e para ele esse é um tema que ia mesmo surgir em algum momento em seu trabalho. O que tudo mostra, é que tal momento chegou e veio sabiamente carregado de referências, embora concebido com certo distanciamento, que resultou em uma das imagens mais fortes da temporada.

Herchcovitch desconstruiu a roupa super restrita dos ortodoxos e incorporou elementos da religião judaica e adereços de reza à sua alfaiataria. Esses elementos estiveram bem presentes em detalhes tais como:

  • As listras e os tons da coleção remetem ao Talit, o xale que os homens usam para rezar.
  • As mangas e luvas listradas de preto vêm do Tefilin, amuleto de couro que é amarrado no braço e na mão diariamente na hora da reza. Desde o barmitzvah os meninos passam a usar.
  • Os cintos são uma referência ao Gartel, faixa que se usa por cima dos casacões de inverno.
  • Alguns looks ainda levam o Shtraimel, tradicional chapéu de pele que faz parte do costume ortodoxo.
  • A série de looks brancos remete ao Na Nach, uma ramificação do judaísmo ortodoxo que não se vê muito no Brasil.

Igualmente às coleções masculina de inverno/2010 com suas referências ao medo, morte e sedução e a de inverno/2011 que remetia a um mundo futurista e apocalíptico, as quais, à primeira vista, pareciam ser altamente conceituais,  a de inverno/2012 também engana mas acaba revelando, através de um olhar mais apurado, ser comercial. É que por trás das sopreposições e das referências às vestes tradicionais judaicas, podemos encontrar bermudas, paletós, casacos e calças com a essência das criações de Herchcovitch e com a modelagem que define os próximos padrões da roupa masculina contemporânea.

Fotos: Reprodução

Paris FW, S/S 2012: Pedro Lourenço

Padrão

Começou! Encerrando a temporada internacional de desfiles de verão 2012, Paris iniciou hoje a sua semana de moda e logo no primeiro dia o brasileiro Pedro Lourenço exibiu suas criações. O estilista abriu o desfile com jaquetas e coletes de formas arquitetônicas e arredondadas – uma de suas marcas registradas e influência do trabalho de sua mãe, Gloria Coelho – combinados com calças de cintura baixa e saias de franjas.

A inspiração para esta coleção veio das grandes cidades e Pedro apresentou criações elegantes e contemporâneas, apostando em peças de ar tecnológico e efeito metalizado, repetindo os elogios da imprensa especializada como tem conseguido desde a sua primeira participação na Paris Fashion Week.

Fotos: Reprodução

London FW, Burberry Prorsum – S/S 2012

Padrão

 

A semana de moda de Londres mais uma vez se afirma como um dos maiores acontecimentos do planeta fashion e, como não poderia deixar de ser, teve ontem um dos seus grandes momentos com a apresentação da coleção feminina de primavera/verão 2012 da Burberry que a contar com a grandeza do evento, se mostrou com um dos melhores fashion shows vistos até agora nesta temporada londrina.

Espectadores de todo o mundo puderam assistir ao desfile, transmitido em tempo real por meio das várias plataformas da marca, como Burberry.com, o Twitter e a página oficial da grife no Facebook. O espetáculo mostrou desde a chegada dos convidados famosos ao local do desfile, passando pelos bastidores além da apresentação da coleção em um cenário maravilhoso, clean, moderno e com boa iluminação (inclusive a natural).

O vídeo abaixo, do canal da Burberry no Youtube, nos dá uma boa visão de como foi esse incrível show:

 

Caixa de Criadores: moda que se faz no norte do Brasil

Padrão

A 11ª edição do Caixa de Criadores, evento de moda que reúne estilistas e designers paraenses aconteceu na última quarta-feira (29.06) em Belém (PA). O evento teve como tema “Cartografia da Moda” e deu uma interessante mostra da criatividade dos designers do norte do Brasil.

Ao todo 16 marcas paraenses mostraram, pela primeira vez, o resultado de um trabalho minucioso desenvolvido em parceria com o SEBRAE, envolvendo pesquisa, criação e produção de moda. As grifes que desfilaram no evento foram: Adue, Aikewara, And Cor, Atelier D´Paula Lima, Cadi, Citron Pressé, Costurando Sonhos – Cikel/Unama, D´Cacia, EuBelem, EuQFiz, Grazi Ribeiro, Manufatura, Mariana Bibas, Projetos Experimentais – Unama, Remaneschy e Yorrana Maia.

O casting foi composto por 32 modelos, entre homens e mulheres, selecionados para desfilar a criatividade, originalidade e inovação dos estilistas e designers paraenses na passarela.

Inovação foi algo bastante visto nas coleções, com destaque para And Cor, que ousou ao lançar mão do metal para compor um dos seus looks (fotos abaixo) bastante comentado e elogiado.

Fotos: Reprodução

Minas Trend Preview

Padrão

Estamos em pleno inverno no Brasil, mas como o Planeta Fashion não pode parar (Don´t stop the fashion system!) as coleções para o verão 2011/12 já começam a ser apresentadas por aqui e o Minas Trend Preview deu o pontapé inicial.

Em sua 8ª edição o evento de moda mineiro mostrou muitas das tendências que certamente serão vistas nas passarelas da SPFW e Fashion Rio que estão por acontecer. Com o tema “Oxigênio” o desfile de abertura do evento teve modelos usando incríveis arranjos de cabeça e também colares feitos com folhagens, frutas e legumes, remetendo à importância de se pensar em moda (e por que não?) em atitudes cotidianas que visem à sustentabilidade e a preservação da natureza, temas mais do que atuais e necessários hoje.

Quanto aos looks apresentados no desfile de abertura, se viram variações do branco aos coloridos vibrantes, criações com mistura de texturas e materiais, leveza e transparências, além de muito brilho, das listras e estampas com motivos abstratos e tropicais, tudo isso esteve muito bem apresentado.

E por falar das listras e das estampas tropicais, fui automaticamente remetido à coleção de verão 2011 da Prada, desfilada na última Milão FW. Aqueles looks criados magistralmente por Miuccia Prada, e que de início foram recebidos com uma certa desconfiança, se mostram agora influentes e, como não poderia deixar de ser, os designers brasileiros encontraram naquelas criações uma fonte na qual muitos ainda deverão beber. Vamos aguardar mais um pouco para ver? As próximas semanas de moda brasileiras deste ano devem confirmar isso. Quem viver verá!

Fotos: Reprodução