Paris haute-couture: Dior, fall-winter 2010

Padrão

Assisitir a um desfile de alta-costura da Maison Dior é sempre um convite ao sonho e ao encantamento e em se tratando da coleção de inverno 2010 sonho e encantamento são palavras que a definem muito bem, pois se mesmo diante da expectativa pessimista diante da economia global John Galliano conseguiu transportar o público para um mundo a parte durante a apresentação de sua haute-couture 2009, o mesmo se deu desta vez.

Luxo, opulência, feminilidade, tudo isso esteve bem presente na passarela da Dior que apresentou sua coleção em uma enorme tenda montada nos jardins do Museu Rodin, em Paris. Os looks vieram cheios de cor, inspirados nas formas e no colorido das flores, basta notar os cortes em formatos que lembram pétalas que em conjunto formam as saias e os corpos de alguns vestidos. Pura magia! Roupas que podem ser consideradas como que jóias raras, cuidadosamente trabalhadas resultando em uma peça única. Nada de sutilezas e tudo de grandiosidade!

Quanto às cores, outro encantamento. Mais uma vez a comparação com o colorido das flores torna-se evidente. Efeitos em tye-die trouxeram um ar primaveril para uma coleção de inverno. E para quem poderia continuar com os brados de que a alta-costura morreu, Galliano deixa o recado: a alta-costura continua mais viva que nunca e, em se tratando da Dior, cor, glamour, exageros, enfim, VIDA, são adjetivos mais do que marcantes e apropriados.

Por fim, fica a deixa: Moda pode ser comparada às obras de arte? Para alguns não, para outros (entre os quais eu também) sim. Mas questionamentos e conceitos a parte o certo é que cada criação de alta-costura da Dior lembra em muito uma tela pintada a óleo onde cada traço, cada forma e coloridos são únicos. Na verdade, coleções assim nos levam a um escapismo diante da realidade e nos fazem pensar que estamos diante não apenas de um desfile de moda, mas de um desfile sobre a moda.

  

  

  

Fotos: Ana Clara Garmendia

Sobre L. Borges

Blogueiro ligado em moda e estilo e jornalista nas horas vagas (RSSSSS). A idéia de criar e manter um blog de moda, O "The Fashion View" remete a um projeto da época do curso de jornalismo na faculdade de comunicação social e através dele tenho um canal através do qual posso expressar, livre e independentemente, minhas idéias e impressões acerca de diversos assuntos relacionados ao universo da MODA e que são de meu interesse. Como profissional especializado no meio, vejo e admiro a moda como uma forma incrível de comunicação não verbal que, no atual contexto da chamada pós-modernidade, tornou-se mais do que nunca capaz de revelar gostos, sensações, sexualidade, atitude, personalidade, poder, enfim, a nossa própria identidade, afinal, quem foi que disse que moda diz respeito apenas a roupas e a futilidades?!?

»

  1. Oi Dani! Achei ótimo e muito apropriado o termo “mulheres flores” que vc usou. Creio que foi bem isso mesmo que Galliano tentou reproduzir em sua coleção de alta-costura para o inverno 2010.

    Um beijo!

Sua opinião é muito importante. Registre aqui o que você achou deste post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s