Paris FW S/S 2010: Cortes, formas e exageros nas criações de Viktor & Rolf

Padrão

A dupla holandesa Viktor & Rolf parece ter ido fundo mexer em seus vestidos, ou melhor, cortá-los, como Rolf Snoeren explicou em uma das entrevistas concedidas à imprensa: “Com a crise de crédito cortando todo mundo, estamos decididos a cortar bolas em vestidos de tule“. Para quem poderia pensar que tal declaração fora apenas força de expressão do estilista, engana-se. Os vestidos aos quais ele se referiu foram vistos no final do desfile.

Fabulosos tanto na concepção quanto na execução, os looks da dupla (pelo menos a maioria deles) não são para a vida real, ficam otimamente bem nas passarelas apenas e chegam a lembrar as criações exageradas que se vê nas coleções de alta-costura, cheios de formas geométricas grandiosas. Contudo, o desfile da dupla não ficou apenas no show de criatividade. Houve também muitos looks que podem sim passar sem problemas para a vida real. Estes são representados por calças, vestidos e smokings, tudo em preto e nude feitos em cetim e seda.

Se Viktor & Rolf nem sempre conseguiram boas críticas com seus jogos conceituais apresentados nas últimas temporadas, nesta a situação se inverteu e obtiveram sucesso total, como ressaltou Nicole Phelps, do Style.com.

 

schermata-2009-10-04-a-05-22-43 schermata-2009-10-04-a-05-21-38 00200m

00280m 00320m 00340m

00090m 00120m 00270m

 

Fotos: Reprodução Style.com

Sobre L. Borges

Blogueiro ligado em moda e estilo e jornalista nas horas vagas (RSSSSS). A idéia de criar e manter um blog de moda, O "The Fashion View" remete a um projeto da época do curso de jornalismo na faculdade de comunicação social e através dele tenho um canal através do qual posso expressar, livre e independentemente, minhas idéias e impressões acerca de diversos assuntos relacionados ao universo da MODA e que são de meu interesse. Como profissional especializado no meio, vejo e admiro a moda como uma forma incrível de comunicação não verbal que, no atual contexto da chamada pós-modernidade, tornou-se mais do que nunca capaz de revelar gostos, sensações, sexualidade, atitude, personalidade, poder, enfim, a nossa própria identidade, afinal, quem foi que disse que moda diz respeito apenas a roupas e a futilidades?!?

Sua opinião é muito importante. Registre aqui o que você achou deste post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s