Paris FW, spring-summer 2010: Conto de fadas e belezas pós-apocalípticas na passarela de Gareth Pugh

Padrão

Par2806300

 

A Paris Fashion Week começou hoje e já em seu primeiro dia presenteou o público presente e toda a imprensa internacional que se encontra na “Cidade  Luz” para cobrir o evento com a apresentação da coleção de Gareth Pugh, um dos gênios dos desfiles conceituais.

A coleção primavera-verão/2010 de Pugh veio cheia de tons de cinza e grafite e demonstrou ter tomado um rumo diferente da “era de armaduras”, como escreveu a ótima Ana Clara Garmendia em seu blog, “armaduras” essas que caracterizaram os trabalhos de Gareth Pugh em coleções passadas.

Tim Blanks, em sua crítica para o bombado portal Style.com, viu conotações aos contos de fadas no show de Pugh, que, ainda de acordo com o jornalista, teve o seu foco centrado em uma “beleza pós-apocalíptica”.

A obsessiva e conhecida experimentação presente nas criações do designer esteve bem presente nesta coleção e pôde ser observada, por exemplo, nos tecidos e demais materiais utilizados para criar os looks, bem como nos cortes dos vestidos e das calças. Enfim, como sempre consegue, Gareth Pugh reafirma mais uma vez o seu genial compromisso com a moda não puramente comercial, mas sim com aquela que é feita para além das vitrines das grandes maisons, a moda conceitual, vertente esta da qual ele, sem dúvida, é um dos grandes (e bons) representantes na atualidade.

A seguir, mais um pouco das criações de Gareth Pugh apresentadas na Paris FW:

 

00140m 00020m 00120m

 00310m 00280m 00340m

 

Fotos: Patrick Kovarij/AFP (foto maior) e Style.com

Sobre L. Borges

Blogueiro ligado em moda e estilo e jornalista nas horas vagas (RSSSSS). A idéia de criar e manter um blog de moda, O "The Fashion View" remete a um projeto da época do curso de jornalismo na faculdade de comunicação social e através dele tenho um canal através do qual posso expressar, livre e independentemente, minhas idéias e impressões acerca de diversos assuntos relacionados ao universo da MODA e que são de meu interesse. Como profissional especializado no meio, vejo e admiro a moda como uma forma incrível de comunicação não verbal que, no atual contexto da chamada pós-modernidade, tornou-se mais do que nunca capaz de revelar gostos, sensações, sexualidade, atitude, personalidade, poder, enfim, a nossa própria identidade, afinal, quem foi que disse que moda diz respeito apenas a roupas e a futilidades?!?

»

  1. Pingback: Raquel Zimmermann + Gareth Pugh e a moda em ação « :: The Fashion View ::

  2. Pingback: Paris FW fall-winter 2010/2011: Gareth Pugh « :: The Fashion View ::

  3. Pingback: Fashion Rio e as correlações com as passarelas internacionais « :: The Fashion View ::

Sua opinião é muito importante. Registre aqui o que você achou deste post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s