Tempos difíceis sim, mas sem perder o glamour

Padrão

A semana de alta-costura para a temporada de verão/2009 terminou hoje em Paris e expôs muito a postura da indústria da moda diante da situação de crise econômica. A silhueta enxuta e sem grandes exageros, parecido com o que predominou nos período do pós-guerra, prevaleceu em muitas das coleções apresentadas.

Se o desfile da Dior primou pelo luxo e pela grandiosidade dos looks (não fugindo à tradição da Maison), as demais grifes apresentaram trajes justos ao corpo, vestidos e saias na altura dos joelhos, como os mostrados pela Giorgio Armani Privé, a Chanel e por Valentino, que encerrou o evento.

Armani buscou enfatizar os ombros, em uma espécie de demonstração de coragem diante dos tempos difíceis, mas mesmo com os cortes simples o luxo esteve bem evidente nos tecidos, tais como o cetim, a organza, o tafetá e as rendas, os quais também foram utilizados na confecção de poderosos vestidos longos no melhor estilo clean (bem ao gosto de Armani).

A Maison Chanel, através de seu atual estilista Karl Lagerfeld, apresentou através do desfile de sua coleção uma crítica aos excessos econômicos. Segundo falou Lagerfeld à agência de notícias Reuters, “Tivemos um execesso de tudo, tapete vermelho demais, bijuterias ousadas demais, demais de tudo. Foi como ficar com o estômago empanturrado de comer coisas gostosas em excesso“. Assim, a Chanel mostrou trajes em branco (alusão a uma folha de papel nova). A grande maioria dos looks foi de saias na altura dos joelhos, combinadas a boleros com corte de alfaitaria. Detalhes em bordados, brilhos pretos em paetês e nos chapéus contribuíram para não tirar de cena o elemento fantasia, esencial para a reconstrução daquilo que foi perdido, segundo Lagerfeld.

Da mesma forma que a Armani, a coleção do estilista Valentino primou por formas contidas e silhuetas justas ao corpo na maioria dos looks desfilados. Saias e vestidos à altura dos joelhos, pouco exagero nas formas e nos volumes, contudo o luxo se fez presente nos tecidos e nos detalhes dos trajes, tais como os belos bordados que encheram de glamour a passarela do genial designer.

Abiaxo, um pouco do que foi apresentado (fotos Agência AFP):

 

armani1 armani41

Armani Privé: luxo nos tecidos e detalhes de seus looks

 chanel2 chanel1

Chanel: formas contidas, mas sem abrir mão da riqueza de detalhes

valentino2 valentino3

Valentino: silhuetas justas ao corpo e uso de tecidos nobres

Sobre L. Borges

Blogueiro ligado em moda e estilo e jornalista nas horas vagas (RSSSSS). A idéia de criar e manter um blog de moda, O "The Fashion View" remete a um projeto da época do curso de jornalismo na faculdade de comunicação social e através dele tenho um canal através do qual posso expressar, livre e independentemente, minhas idéias e impressões acerca de diversos assuntos relacionados ao universo da MODA e que são de meu interesse. Como profissional especializado no meio, vejo e admiro a moda como uma forma incrível de comunicação não verbal que, no atual contexto da chamada pós-modernidade, tornou-se mais do que nunca capaz de revelar gostos, sensações, sexualidade, atitude, personalidade, poder, enfim, a nossa própria identidade, afinal, quem foi que disse que moda diz respeito apenas a roupas e a futilidades?!?

Sua opinião é muito importante. Registre aqui o que você achou deste post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s