Paris FW, spring-summer 2009: Gareth Pugh em preto e branco

Padrão

 

 

Au revoir Paris!!!!

A aguardada semana de moda de Paris está bombando desde o dia 27.09 e começou com uma de suas agradáveis surpresas: Gareth Pugh, o mestre dos desfiles conceituais, fez sua estréia nas passarelas francesas em grande estilo, após ter sido revelado nas semanas de moda de Londres. São dele os looks com estética de esculturas, estética que conseguiu conquistar  inclusive a toda poderosa Anna Wintour da Vogue America e Tim Blanks do Style.com.

Em entrevista a Suzy Menkes, do International Herald Tribune, Gareth fez menções a Hamlet, tragédia do universo shakespereano, entre as inspirações de seu desfile.

A coleção de verão/2009 de Gareth, não fugiu às características de seus trabalhos. Ele mostrou na passarela mulheres futuristas, vestidas em tecidos sintéticos e cheios de detalhes angulosos. O seu desfile iniciou com golas no estilo vitoriano, passando para vestidos trabalhados em couro e vinil. Chamou bastante atenção o grafismo presente na coleção: as roupas são brancas vistas de frente e totalmente pretas nas costas, fazendo um contraste muito interessante. Nos pés das modelos, plataformas absurdamente altas (com aproximadamente quinze centímetros de altura!), na maquiagem aplicações de espelhos nos cílios.

Assim foi o desfile de Gareth Pugh, arrancando muitos elogios e aplausos em sua passagem pelas passarelas de Paris e confirmando, mais uma vez, esta como uma das grandes semanas de moda do Planeta Fashion.

De Paris, monsieur “Leandrô”.

 

 

 

Sobre L. Borges

Blogueiro ligado em moda e estilo e jornalista nas horas vagas (RSSSSS). A idéia de criar e manter um blog de moda, O "The Fashion View" remete a um projeto da época do curso de jornalismo na faculdade de comunicação social e através dele tenho um canal através do qual posso expressar, livre e independentemente, minhas idéias e impressões acerca de diversos assuntos relacionados ao universo da MODA e que são de meu interesse. Como profissional especializado no meio, vejo e admiro a moda como uma forma incrível de comunicação não verbal que, no atual contexto da chamada pós-modernidade, tornou-se mais do que nunca capaz de revelar gostos, sensações, sexualidade, atitude, personalidade, poder, enfim, a nossa própria identidade, afinal, quem foi que disse que moda diz respeito apenas a roupas e a futilidades?!?

»

  1. Obrigado Gabriela pela visita e pelo comentário! Legal que vc tenha gostado do blog. Vou add vc à lista de e-mails para os quais eu envio as newletters do The Fashion View.

    Abraços.

  2. Desde que comecei com meu campo de pesquisa sobre tendências e moda na europa, fiqeui imprecionada com os desfiles de Gareth. Como leitora e observadora, gostei da coluda, e digo, que tenho certeza que valeu a pela dedicar um espaço desse site para uma breve descrição de Gareth Pugh e seu estilo recem notado (pois apenas depois da morte de de seu antecessor Maqüeen).Gostaria de sempre receber por e-mail as novidades do site e poder acompanhar mais de perto o que acontece no “mundo de conceitos” que existe fora do meu pais, Brasil. Obrigada pela atenção.

Sua opinião é muito importante. Registre aqui o que você achou deste post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s